Fala galera, fãs de HQ's sejam bem vindos ao nosso mundo!

24 de janeiro de 2012

Welcome to the House of M

13:28 Posted by Alberto Sonoda 1 comment

Nascido Max Eisenhardt, foi perseguido junto com sua família, por serem de origem judaica. Após ver todos seus familiares serem mortos, foi mandado para o campo de concentração de Auschwitz onde trabalhou como Sonderkommando. Lá ele também conheceu uma Roma chamada Magda, e os dois fugiram do campo de concentração durante uma revolta em 4 de Outubro de 1944. Com muita dificuldade, ele reconstruiu sua vida, teve uma filha com Magda, Anya, e passou a atender pelo nome "Magnus". Apesar de Magnus ser chantageado por um capataz a dar metade de seu salário para manter seu emprego, eles viviam tranquilamente em uma vila russa. Ao recusar-se a continuar a aceitar a chantagem, Magnus teve sua casa incendiada por esse mesmo capataz e não recebeu ajuda de nenhum vizinho. Após ver sua filha ser queimada viva, ele utilizou seus dons de controle do magnetismo para matar todos que estavam no local, revelando pela primeira vez, seus poderes mutantes publicamente. Chocada com a cena, Magda o abandona, sem que ele soubesse que ela estava grávida novamente. Ela andou até chegar à Montanha Wundagore, onde foi acolhida pelo Alto Evolucionário e, ajudada pela criatura Bova, teve seus dois filhos gêmeos bivitelinos: um menino igual ao pai e uma filha igual a mãe. Magda fugiu tão que pôde andar, deixando as crianças aos cuidados do Alto Evolucionário, que os repassou a Django Maximoff, um cigano que morava com numa tribo nas proximidades da montanha. Magnus também assume a identidade de "Erik Lansherr, o Sinto".
Em um hospital em Israel, Magnus conheceu o Professor Charles Xavier. Os dois se tornaram aliados, com frequentes discussões sobre o rumo que os mutantes deviam ter. Após os dois resgatarem uma amiga mútua, Gabrielle Haller, do Barão Strucker, Magnus se apoderou da reserva de ouro do barão, e se separou de Charles por ter visões conflitantes das dele, passando a assumir o nome de Magneto. Desde então, ele abandonou a crença na humanidade, passando a acreditar que somente dominando-a, os mutantes poderiam ter alguma chance de sobreviver. Magnus passa a atuar como terrorista, lutando a favor dos mutantes contra a humanidade. Em sua primeira aparição pública como Magneto, ele entra em conflito com a primeira formação dos X-Men (também em sua primeira missão), ao tentar roubar mísseis nucleares americanos.
Na tentativa de criar um império mutante, Magneto já liderou duas equipes para fazer frente aos X-Men: a Irmandade de Mutantes e osAcólitos.

22 de janeiro de 2012

11 de janeiro de 2012

A história da SUPER-GIRL

19:41 Posted by katsu 1 comment




Supergirl é uma contraparte feminina para a DC Comics Superman . Como seu primo, ela compartilha seus super poderes e vulnerabilidade a Kryptonite . Ela foi criada pelo escritor Otto Binder e desenhada pelo artista Al Plastino , em 1959. Ela apareceu pela primeira vez na Action Comics série em quadrinhos e depois se ramificou em animação, cinema, televisão, e de merchandising . Em maio de 2011, Supergirl 94 colocado na lista da IGN do Top 100 heróis dos quadrinhos de todos os tempos.














Supergirl ( kryptoniano nome de Kara Zor-El ) desempenha um papel de apoio em várias publicações da DC Comics, incluindo Action Comics, Superman, e várias séries de livros de quadrinhos sem relação com Superman. Em 1969, as aventuras de Supergirl tornou-se o recurso de chumbo em Adventure Comics , e mais tarde ela estrelou um homônimo da série de quadrinhos que estreou em 1972 e funcionou até 1974, seguido por uma série de livros segundo mensal em quadrinhos intitulado The Adventures Daring New da Supergirl, que funcionou 1982-1984.





















Supergirl morre em 1985 série limitada Crise nas Infinitas Terras , 
DC Comics e  posteriormente reiniciado a continuidade do Universo DC Comics , restabelecendo personagem do Super-Homem como o único sobrevivente de Krypton destruição 's. Após a conclusão da Crise nas Infinitas Terras, vários personagens diferentes escritos como não tendo qualquer relação familiar com Superman ter assumido o papel de Supergirl, incluindo Matrix , Linda Danvers , e Cir-El . Após o cancelamento da terceira série de livros Supergirl em quadrinhos, estrelado pela Linda Danvers versão do personagem, uma versão moderna de Kara Zor-El foi reintroduzida a continuidade da DC Comics na edição # 8 do Superman / Batman série em quadrinhos intitulado "A Supergirl de Krypton "(2004). O Kara Zor-El moderna estrelas como Supergirl em uma série de livros homônima de quadrinhos, além de jogar um papel de apoio em várias outras publicações da DC Comics.

A história do X-FACTOR

17:46 Posted by Alberto Sonoda No comments

Primeiro X-Factor



Os membros do primeiro X-Factor  eram os que constituíram a primeira formação dos X-Men (criada em 1963): Jean GreyCiclopeFeraAnjo e Homem de Gelo. Elaborar um roteiro que reunisse essa equipe foi complicado, já que Jean Grey era dada como morta desde o desfecho da Saga da Fênix. Do roteirista Kurt Busiek partiu a idéia de como contornar a situação: a entidade conhecida como Fênix nunca teria se fundido ao corpo de Jean Grey, apenas o copiado assim como à sua personalidade. A verdadeira Jean estava presa numa cápsula no fundo do rio Hudson, em estado de estase. Ciclope estava agora casado com uma mulher estranhamente semelhante a Jean Grey, Madelyne Pryor, e teve um filho com ela chamado Nathan.
O grupo não queria mais integrar os X-Men por estes estarem sendo liderados na época por Magneto. Estabeleceram-se no centro de Nova York sob a fachada "Caçadores mutantes de aluguel".
Foi na revista do X-Factor que o vilão Apocalipse fez sua primeira aparição.
Durante o crossover "Inferno" em conjunto dos X-Men, uma história revelou a origem de Madelyne Pryor. Ela era um clone de Jean Grey criado pelo Senhor Sinistro. Demônios se aproveitaram do trauma que ela sofreu ao descobrir isso para moldá-la na vilã enlouquecida conhecida como Rainha dos Goblins. Nessa saga o X-Factor se reaproximou dos X-Men, mas eles continuaram sendo duas equipes distintas.
O retorno dos membros do X-Factor para os X-Men só aconteceria após a vitória de ambas as equipes contra o Rei das Sombras. Este poderoso telepata havia dominado a mente de vários mutantes. Depois de sua derrota, alguns dos mutantes que ele controlou vieram a formar o novo X-Factor.

7 de janeiro de 2012

DEADPOOL - ficha técnica

14:48 Posted by katsu No comments

Publicação de informações

Editor Marvel Comics

Primeira aparição Novos Mutantes # 98 (Fevereiro de 1991)

Criado por Fabian Nicieza , Rob Liefeld

Na história, informações

Alter ego Wade Winston Wilson

Espécies Humanos ( mutação )

Afiliações de equipa

X-Force

Agência X

Deadpool Corps

Great Lakes Initiative

Arma X

Landau, Luckman e Lake

Maggia

Quatro assustadora

Defensores segredo

Heróis de Aluguel

Six Pack

X-Men

Parcerias

Doninha

Bob, Agente da HYDRA

Al cegos

Capataz

Chefe Sr. Tolliver

Agente X

Copycat

Carcaju

Cabo

Dominó

Aliases notáveis

Merc com uma boca, Jack, Wade Wilson T., Mithras, Johnny Silvini, Thom Cruz, Hulkpool, Wildcard

Habilidades

  • Regenerativa fator de cura
  • Resistência sobre-humana, agilidade e reflexos
  • Teletransporte (através do uso de um dispositivo)
  • Maior longevidade
  • Imunidade a telepatia
  • Mestre artista marcial
  • Mestre espadachim e atirador

4 de janeiro de 2012

Wolverine - a história

21:34 Posted by Alberto Sonoda 1 comment
Wolverine:O Wolverine surgiu com a alcunha de Arma X na última página de The Incredible Hulk #180, em outubro de 1970, numa história escrita por Len Wein e desenhada por Herb Trimpe, sobre o conceito visual do editor Roy Thomas – que queria um personagem de apelo pros crescente mercado canadense. Na edição seguinte, ele aparece com o nome Wolverine e já entra de bicão numa treta entre os pesos pesados Hulk e Wendigo, dois dos personagens mais poderosos da Marvel. Esta história foi publicada três vezes no Brasil: em O Incrível Hulk 22, da RGE, na edição 26 da primeira série de Grandes Heróis Marvel e em Wolverine 100, ambas da Editora Abril. Esta história foi praticamente esquecida pela maioria dos fãs de baixinho, mas é uma ótima referência para conhecer as origens do personagem.
Inicialmente, ele era apenas um coadjuvante nas séries da Marvel e só veio a ganhar verdadeiro destaque quando entrou pros X-Men em Giant Size X-Men #1 (maio de 1975). Esta edição especial, escrita por Len Wein e com desenhos de Dave Cockrum, também conta com a estréia de outros mutantes importantes como Tempestade, Noturno, Colossus, Pássaro Trovejante e Banshee. Podemos encontrar esta história nas revistas Superaventuras Marvel 16 (outubro de 1983) e X-Men Classic 1 (setembro de 1993), ambas pela Abril.
Em dezembro de 1975, o então editor Len Wein teve que escolher entre o título dos X-Men e o do Hulk, como ele era fã do Gigante Esmeralda passou a bola mutante pra seu assistente. O nome do jovem aspirante a ator era Chris Claremont, que a partir dai esteve no comando dos roteiros da revista initerruptamente 1980 e 90 (ainda bem que ele não se dedicou à dramaturgia). Claremont alterou alguns conceitos de Wolverine, o deixando mais velho, experiente e com um passado misterioso.por 17 anos e foi o responsável pelo fabuloso sucesso da série nos anos Porém, o personagem ganhou maior destaque com a entrada do desenhista e co-roteirista John Byrne que chegou com tanta força à The Uncanny X-Men que o título passou a ser mensal a partir da edição #112 (quatro meses depois de sua entrada). “Desde o início, Byrne deixou claro para Claremont que seu x-man preferido era Wolverine e que ambos deveriam se esforçar em explorar cada vez mais o personagem – e isso chegou a acontecer de forma bem incisiva na história ‘Wolverine: Alone!’”, conforme afirmou o historiador dos quadrinhos Roberto Guedes em seu livro A Era de Bronze dos Super-Heróis (HQM Editora).

Pra muitos leitores, a fase mais marcante do Wolverine foi trajando o saudoso uniforme marrom e amarelo que apareceu pela primeira vez em Uncanny X-Men #139 (lançada por aqui em Superaventuras Marvel 40, da Abril). Esta fase reúne as histórias lançadas de 1980 até os anos 1990 e o auge da fama dos mutantes nas mãos de Jim Lee.

3 de janeiro de 2012

Nerd News Quadrinhos #1 - A despedida de Jason Aaron & X-Men

23:20 Posted by Alberto Sonoda 1 comment


Nem tudo dura para sempre, talvez apenas o eterno Stan Lee, que hoje comemora 89 anos (bem vividos). Brian Michael Bendis já anunciou que ao final de 2012 estará saindo das das revistas Vingadores e Novos Vingadores. Agora, Jason Aaron anuncia que em 2012 ele também estará de saída da revista do personagem que o consagrou na Marvel, o Wolverine.Escritor fala ao CBR sobre o que podemos esperar das últimas edições da revista. Confira as novidades!
Jason Latour Aaron
Aaron reiterou que as últimas histórias dele no título envolverão as consequências de Battle of the Atom, com a SHIELD, com Cristal/Mística e com o relacionamento conturbado entre Ciclopee Wolverine. Pontas soltas serão resolvidas, como a relação de Escalpo e Groxo ou o destino doClube do Inferno. Ainda haverá espaço e tempo para o dia da formatura e para vislumbres daEscola Jean Grey no futuro.
Aaron não conseguiu escrever tudo o que gostaria na revista. Ficaram faltando uma história comMojo e uma aula noturna, por exemplo. Ele não gostou nada de ter de abandonar as crianças e a revista, mas foi necessário, então deseja muita sorte ao sucessor, Jason Latour. Aaron não pode revelar o que sabe dos planos de Latour.

A respeito de Amazing X-Men, ele reafirmou que aquela formação inicial é só para o primeiro arco. Rachel Grey, Anjo e Rapina aparecerão mais no futuro. Ele confessou ser um grande fã deExcalibur e da abordagem desta revista, em que se inspirou para escrever a atual.
Fonte: marvel616.com