Ads 468x60px

29 de outubro de 2015

80 anos do Mauricio de Sousa


"Se existe um segredo para esse sucesso, é que os personagens dele sempre falaram a língua do dia e da hora", diz Sidney Gusman, editor na Mauricio de Sousa Produções. "Essa atualidade é o que garante que o Mauricio continue fazendo o quadrinho da família brasileira. O quadrinho, não. Ele é o maior formador de leitores no Brasil, ponto."

A frase citada do Sidney Gusman resume um pouco a grandiosidade do trabalho do nosso mestre brasileiro das HQs. Muitos adultos de hoje tiveram, ao menos, um contato com qualquer revistinha da Turma da Mônica durante sua infância. As histórias, tirinhas, longas, curtas, Almanaques (sempre lançado nas férias escolares) fizeram parte da formação de nós, leitores e amantes dos quadrinhos.

O pai da Turma da Mônica completou 80 anos dia 27/10. Mauricio de Sousa (1935) é cartunista brasileiro. Criou a "Turma da Mônica", e vários outros personagens de história em quadrinhos. Também é membro da Academia Paulista de Letras, ocupando a cadeira nº24. O mais famoso e premiado autor brasileiro em quadrinhos.

Mauricio de Sousa nasceu em Santa Isabel, São Paulo, no dia 27 de outubro de 1935. Filho do poeta Antônio Mauricio de Souza e da poetisa Petronilha Araújo de Souza. Passou parte de sua infância em Mogi das Cruzes, desenhando e rabiscando nos cadernos escolares. Mais tarde passou a ilustrar pôsteres e cartazes para os comerciantes da região. Aos 19 anos mudou-se para São Paulo, onde trabalhou, durante cinco anos, no jornal Folha da Manhã, escrevendo reportagens policiais.



Em 1959, quando ainda trabalhava como repórter policial, criou seu primeiro personagem - o cãozinho "Bidu". A partir de uma série de tiras em quadrinhos com "Bidu e Franjinha", publicadas semanalmente na Folha da Manhã, Mauricio de Sousa iniciou sua carreira. Nos anos seguintes criou diversos personagens - "Cebolinha", "Piteco", "Chico Bento", "Penadinho", "Horácio", "Raposão", "Astronauta", etc. Em 1970, lançou a revista da "Mônica", com tiragem de 200 mil exemplares, pela Editora Abril.

Em 1986, Mauricio saiu da Editora Abril e levou seus personagens para a Editora Globo. Em 1998, recebeu do então Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, a medalha dos Direitos Humanos. Em 2006 saiu da Editora Globo e hoje está na Panini, uma multinacional italiana.

Em 2007, Mônica foi homenageada "Embaixadora do UNICEF". Pela primeira vez um personagem de histórias infantis recebe esse título. Na mesma cerimônia, Mauricio de Sousa foi homenageado "Escritor para Crianças do UNICEF". Em 2008 o Ministério do Turismo nomeou Mônica "Embaixadora do Turismo Brasileiro".

Turma da Mônica Toy: traço estilizado, minimalismo nas histórias e uma conquista de mais e mais fãs.

 A publicação da "Turma da Mônica Jovem", uma linha de personagens com 15 anos de idade, vendeu em 2008, mais de um milhão e meio de exemplares, dos quatro primeiros números da revista. Nas comemorações do centenário da Imigração Japonesa para o Brasil, Maurício criou os personagens "Tikara" e "Keika", que foram incorporados às histórias da Turma da Mônica.

Hoje entre quadrinhos e tiras de jornais, suas criações chegam a cerca de 50 países. O autor já chegou a 1 bilhão de revistas publicadas. Os quadrinhos se juntam a livros ilustrados, revistas de atividades, álbum de figurinhas, CD-ROMs, livros tridimensionais e livros em braile.

Trata-se de uma edição mais que especial pelos 80 anos de Mauricio de Sousa, o criador de todo o universo da Turma da Mônica. A coleção tem tiragem limitada e é numerada para o deleite dos fãs. São 15 discos em DVD e mais seis mini pôsteres exclusivos, em embalagem especial com hot stamping dourado.

Mais de 100 industrias nacionais e internacionais são licenciadas para produzir quase 2.500 itens com os personagens de Mauricio de Sousa, entre jogos, brinquedos, roupas, calçados, decoração, papelaria, material escolar, alimentação, videos e DVDs, revistas e livros. Em 2013, a "Turma da Mônica" comemorou seus 50 anos.

Graphics Novels e outras produções



MSP 50: Maurício de Sousa por 50 Artistas com cinco dezenas de quadrinistas brasileiros convidados não conseguiram esconder a alegria de estar desenhando, oficialmente, páginas de Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Chico Bento e Cia.

O álbum comemora as cinco décadas desde que Mauricio de Sousa, o grande nome dos quadrinhos infantis brasileiros, publicou sua primeira tira (do Bidu) e traz 50 nomes consagrados ou que vêm despontando no quadrinho nacional nos últimos anos.

Em 192 páginas, o álbum faz a maior reunião de quadrinistas nacionais já vista: Ziraldo, Laerte, Angeli, Spacca, Fábio Yabu, Gabriel Bá, Fábio Moon, Fernando Gonsales, José Aguiar, Antonio Eder, Fido Nesti, Ivan Reis, Jean Galvão, Jean Okada, Lelis, Samuel Casal e Victor Cafaggi, para ficar só em um terço dos nomes.

MSP +50
Por conta do sucesso do MSP 50, em agosto de 2010 foi lançado o álbum MSP +50 - Mauricio de Sousa Por Mais 50 Artistas. O objetivo do projeto foi ampliado: além de homenagear Mauricio de Sousa, passou a também ser uma forma de apresentar novos quadrinistas para o público brasileiro, o que é reforçado pela proposta de buscar representantes da maioria dos estados brasileiros e mesclar desde quadrinistas consagrados até alguns praticamente desconhecidos.
Lista de autores: Adriana Melo, Allan Sieber, André Diniz, André Ducci, André Kitagawa, André Vazzios, Beto Nicácio, Biratan, Caco Galhardo, Chico Zullo, Clara Gomes, Danilo Beyruth, Denilson Albano, Diogo Saito, Duke, Eduardo Medeiros, Emerson Lopes, Fabio Ciccone, Fernanda Chiella, Gian Danton, Hector Salas, Iotti, JJ Marreiro, João Lin, J. Márcio Nicolosi, Jota A, Kako, Lucas Lima, Luis Augusto, Marcatti, Marcelo Braga, Mario Cau, Marlon Tenório, Mateus Santolouco, Mozart Couto, Odyr, Pablo Mayer, Rafael Albuquerque, Rafael Coutinho, Rafael Grampá, Ric Milk, Ricardo Manhães, Roger Cruz, Romahs, Rogério Vilela, S. Lobo, Tiago Hoisel, Wellington Srbek, Will e Williandi.

MSP Novos 50
Em setembro de 2011 foi lançado o álbum MSP Novos 50 - Mauricio de Sousa Por 50 Novos Artistas, último da proposta original de trazer 50 diferentes quadrinistas brasileiros para fazer uma releitura da obra de Mauricio de Sousa.
Lista de autores: Mike Deodato, Pryscila Vieira, Lederly Mendonça, Amorim, Shiko, Rael Lyra, Carlos Ruas, Marcelo Cassaro, Eduardo Francisco, João Montanaro, Samuel Fonseca, Klévisson Viana, Ana Luiza Koehler, Luis Ernesto de Morais, Estevão Ribeiro, Leonardo Finocchi, Daniel HDR, Maurenilson, Danilo Brandão, Aluir Amâncio, Samanta Flôor, Jaum, Will Leite, Bernardo Aurélio, Watson Portela, Elcerdo, Volney Nazareno, Davi Calil, Ronaldo Barata, Ed Benes, Celso Menezes, Felipe Massafera, Waldemar Lene Chaves, Luciano Irrthum, Paulo Visgueiro, Rogério Coelho, Galvão, Lupe, Alves, Sam Hart, Adão Iturrusgarai, Pablo Carranza, Rezende, Márcio Coelho, Roberta Pares, Orlando, Daniel Bueno, Hector Lima, George Schall e Luke Ross.

Prêmios - Títulos - Homenagens

  • Prêmio Gran Guinigi, pela revista Mônica (Itália, 1971)
  • Troféu Yellow Kid, o Oscar dos Quadrinhos Mundiais (Itália, 1971)
  • Prêmio de Literatura Infantil da ABL (Brasil, 1999)
  • Doutor Honoris Causa da Universidade La Roche (Pittsburgh, 2001)
  • Medalha do Vaticano (Washington, DC, 2004)
  • Homenagem da Escola de Samba Unidos do Peruche (São Paulo, 2007)
  • Medalha de Vermeil (França, 2008) Prêmio Pulcinella, pelo conjunto da obra (Itália, 2011)

Personagens principais

  • Turma do Bidu
  • Turma da Mônica
  • Turma do Chico Bento
  • Turma da Tina
  • Turma do Penadinho
  • Turma do Peteleco
  • Horácio
  • Astronauta
  • Turma da Mata
  • Papa Capim
  • Nico Demo
  • Turma do Pelezinho
  • Turma do Dieguito
  • Ronaldinho Gaucho
  • Turma da Mônica Jovem
  • Turma do Cebola Jovem

Fontes: E-biografias

0 comentários:

Postar um comentário

Não deixem de comentar, galera. Sua opinião é importantíssima para o crescimento do nosso universo!

 
Blogger Templates